Real Estate Fund: existe desde 2007 e é semelhante ao FIIAH

Real Estate Fund: existe desde 2007 e é semelhante ao FIIAHEm Portugal já existe um produto similar ao que o Estado pretende implementar através dos Fundos de Arrendamento (FIIAH). O Real Estate Fund foi lançado precisamente há um ano atrás, e constitui um fundo de investimento imobiliário fechado detido pela Apollo Investment Management, um dos maiores private equity a nível global, e pela Holdcontrol, accionista de referência da Domusvenda, empresa especialista no negócio do crédito malparado.

O objectivo do Real Estate Fund tem sido precisamente, absorver imóveis cujos proprietários estão em situação de incumprimento junto da banca, e posteriormente, arrendá-los.

Depois de alienarem ao fundo as suas habitações, os proprietários podem continuar a lá viver mediante o pagamento de uma renda tendencialmente mais baixa do que a prestação mensal referente ao crédito à habitação que não conseguima pagar. Do mesmo modo como foi pensado o FIIAH, neste fundo, os proprietários têm mais tarde, a possibilidade de simplesmente sair do imóvel ou então exercerem uma opção de compra.

Segundo o presidente da Domusvenda, a redução nas rendas face aos valores suportados anteriormente com a prestação do crédito habitação pode atingir os 40% ou mesmo os 50%. Uma prestação de 400 euros pode perfeitamente passar a uma renda mensal de 200 ou 230 euros.

O período de permanência no imóvel bem como as condições de execução da opção de compra são acordados à partida entre o proprietário e o fundo, podendo as rendas pagas ser descontadas no preço final de aquisição.

Se a pessoa tiver necessidade de mudar de habitação perderá as rendas mas se entender que deve comprar o imóvel abatemos o valor das rendas pagas em 60%, 70% ou 80%, conforme o que tiver sido acordado.

Domusvenda

Actualmente, o Real Estate Fund dispõe de uma carteira com 150 imóveis, mas no próximo ano a Domusvenda espera que se venham a juntar a estes mais 300 a 700 novas casas.

fonte

Technorati : , , , , ,

Ainda sem comentários.

Deixe um comentário