A prestação do empréstimo à habitação nunca foi tão baixa

descidaEm queda há 10 meses consecutivos, a Euribor tem proporcionado boas notícias às famílias, à medida que os empréstimos à habitação que a ela são indexados, vão sendo revistos em baixa. Tais descidas podem ter retirado alguma atractividade aos Fundos de Investimento e Arrendamento Imobiliário criados para servirem de bóia de segurança a algumas famílias.

Para os empréstimos antigos, e desde que o contrato não tenha sofrido alterações, designadamente ao nível do spread (margem de lucro do banco), nunca a prestação foi tão baixa. Desde o valor máximo atingido em Setembro e Outubro de 2008, a Euribor a três meses já caiu 80.9%, com a média de Julho a quebrar a barreira do 1%, cifrando-se 0.975%.

Menores foram as queda do prazo de seis meses e uma ano. Desceram respectivamente para 1.213% e 1.412%.

Estas médias vão servir de base para todas as revisões que ocorram no mês de Agosto, mas a primeira prestação com base nestes valores só acorrerá em Setembro – é a questão do Mês -2.

Se está desejoso de saber quanto vai pagar na nova prestação do empréstimo da casa, utilize a nossa simulação.

Ainda sem comentários.

Deixe um comentário